O INSTINTO CAÇADOR DO GATO

Alimentação
Gato

Não existe nenhum gato que resista a um feliz dia de caça nem à emoção de espreitar e perseguir a sua presa até a ter entre as suas garras.

A habilidade caçadora dos gatos domésticos manteve-se de geração em geração e, mes-mo que hoje não precisem de caçar para sobreviver, no seu ambiente prazenteiro conti-nuam a mostrar este instinto caçador com as brincadeiras.

O instinto de espreitar, perseguir e agarrar manteve-se na escala evolutiva do gato, “o único que mudou é que agora já não precisa de comer a presa porque já tem o alimento em casa”, assinala o veterinário Joan Colominas, membro do Grupo de Especialistas em Medicina Felina (GEMFE).

Estimule o seu instinto de caça

É evidente, que os atuais gatos já não precisam sair a capturar o seu alimento posto que o recebem comodamente na sua casa. Mas continua a ser muito importante para o seu bem-estar, que possam expressar todo o seu comportamento caçador como faziam os felinos antigamente. Por este motivo é muito recomendável realizar exercícios e jogos para estimular este instinto de caça.

- Espreitar e procurar: pode esconder comida em diferentes lugares da casa ou do jardim. Com este simples exercício, o gato poderá realizar o exercício de procura e captura que tanto gosta.

- Perseguir e capturar: brinque com o seu gato e faça-o com brinquedos em mo-vimento que o obriguem a saltar sobre estes objetos. Para isso é aconselhável que o brinquedo seja macio e o suficientemente grande para que o possa morder e empurrar para o levar sem problema.

É importante proporcionar estas oportunidades ao gato para promover o seu comportamento de procura e captura, o que afinal se traduz em riqueza ambiental para o animal.

 

 

 

Para o seu interesse

PORQUE É QUE O MEU GATO SE ESCONDE EM LUGARES INVEROSÍMEIS?

Os gatos são bastante imprevisíveis e podem revelar-se individualistas ou sociais com pessoas ou outros gatos, e o seu comportamento pode mudar de um momento para outro. É com certeza por essa razão que adoramos observá-los.

A NATUREZA ALGO INCOMPREENDIDA DO GATO

Sobre a natureza do gato, tem sido dito de tudo que é arisco e pouco sociável…. Mas nada mais longe da realidade. Tudo é fruto do nosso desconhecimento ou má interpretação dos sinais.