PORQUE É QUE O MEU GATO SE ESCONDE EM LUGARES INVEROSÍMEIS?

Educação
Gato

Já antes tínhamos referido que os gatos são seres fascinantes e peculiares. Este facto, maravilha-nos e ao mesmo tempo perturba-nos, talvez porque, com frequência, não os conseguimos decifrar.
Os gatos são bastante imprevisíveis e podem revelar-se individualistas ou sociais com pessoas ou outros gatos, e o seu comportamento pode mudar de um momento para outro. É com certeza por essa razão que adoramos observá-los.

Por exemplo, todos sabem que os gatos gostam de se esconder. Todos já os vimos enfiados em caixas, desvãos e incluso dentro de malas… São muito criativos no momento de encontrar um refúgio!

Esta conduta deve-se ao facto de que gostam de se esconder em lugares onde se pode controlar e vigiar o ambiente, o que lhes permite fugir de potenciais ou reais perigos.
Se o gato se esconde por curtos espaços de tempo não há motivos para nos preocuparmos. No entanto, se se escondem com regularidade e durante longos períodos de tempo, sobretudo em lugares elevados, pode ser um sinal de que existe algum fator ambiental que os está a stressar.

Quando um gato se esconde pode ser por diferentes razões:

- Procura tranquilidade: Como qualquer um de nós, o seu gato pode precisar de ficar um momento sozinho, longe dos olhares, em algum sítio cómodo e onde possa ficar sossegado.

- Procura segurança: No sentido mais estrito da palavra “refúgio”, um gato procurará um sítio onde se possa sentir a salvo de uma ameaça real ou percebida (por exemplo, uma visita em casa não é um perigo real mas o gato pode percebê-lo como tal). Isso sim, vai assegurar-se de que desde esse lugar possa controlar tudo para voltar a sair quando tenha recuperado a sua confiança.

Crie refúgios seguros

Os gatos adoram os lugares fofos, confortáveis e quentes. E também as alturas. Por isso não é de estranhar encontrá-los no meio dos lençóis na cama como em cima de um móvel que lhe sirva de resguardo.

Mas tenha em conta que nem todos os lugares que o seu gato considera dignos de se converterem no seu refúgio são seguros. Por isso, é importante que você crie espaços para que o gato se possa esconder e se assegure de que não se mete em determinados lugares.

Sítios que podem encerrar algum tipo de perigo para o animal são eletrodomésticos como o lava-louças ou a máquina de lavar roupa, a garagem ou alguns armários e gavetas. Mantenha as portas fechadas e se, por exemplo, ao ligar o carro acha que o gato pode estar por ali escondido, dê alguns golpes e faça ruído. Verá como sai do seu esconderijo.

O melhor será deixar em liberdade o nosso gato para que se esconda quando lhe apeteça, sem deixar de ficar atento aos seus movimentos para evitar que esse esconderijo possa ser um perigo para o animal.
 

 

 

Para o seu interesse

O INSTINTO CAÇADOR DO GATO

Não existe nenhum gato que resista à emoção de espreitar e perseguir a sua presa. O seu instinto caçador mantém-se vivo.

A NATUREZA ALGO INCOMPREENDIDA DO GATO

Sobre a natureza do gato, tem sido dito de tudo que é arisco e pouco sociável…. Mas nada mais longe da realidade. Tudo é fruto do nosso desconhecimento ou má interpretação dos sinais.